Batente para Taças Tibetanas

 

4,50

Batente com Felpo

Com este batente consegue obter um melhor som do que só em madeira.
Comprimento Aprox. 17 cm

Qtd:
Guardar
Ref: NPTTBAT. Category: .

Descrição

Acerca das Taças Tibetanas

As Taças Tibetanas (também conhecidas como Singing Bowls, Orins, Gongos Rin, taças do Himalaia ou gongos Suzu) são um tipo de sino especificamente classificado como um sino de pé.

As laterais e os aros das Taças vibram para produzir o som caracterizado por uma frequência fundamental (primeiro harmônico) e normalmente em dois tons harmônicos audíveis (segundo e terceiro harmônico).

Na prática budista tibetana, as Taças são usadas como um sinal para começar e terminar os períodos de meditação silenciosa. mas também são utilizados em todo o mundo para o relaxamento, música e bem-estar pessoal.

Elas são usados por uma ampla gama de profissionais, incluindo profissionais de saúde, professores, músicos e professores espirituais.

Do produtor:

«As taças têm sido usadas em práticas religiosas e xamânicas desde há bem mais do que 1500 anos e têm sido associadas com o Budismo tibetano desde o século 8.
Uma taça é tocada assentando-a sobre a palma da mão e girando um batente em torno da sua borda exterior.

Isto produz uma vibração que cria um zumbido, que é a essência da taça.

Este som natural e harmonioso emitido pelas taças é usado para invocar um estado de relaxamento profundo que ajuda a meditação, cujo objetivo final é a iluminação.

Elas são uma ajuda vital para a meditação e são encontradas em mosteiros budistas e templos em todo o mundo.
Assim como o Budismo se tornou popular, também o uso das Taças se difundiu.

Nos últimos anos as Taças têm sido utilizadas em terapias holísticas, terapias dos chakras, terapias de som, Reiki, Feng Shui e muitas outras áreas relacionadas com a purificação de impulsos negativos e com o aliviar do stress.

Os músicos também descobriram a beleza das Taças e presentemente podem ser ouvidas em todos os tipos de música, desde a música rock até à música de relaxamento. »